Seguidores

sexta-feira, 18 de maio de 2012

SANGUE, SUOR,E MUITO,....MUITO MAIS LÁGRIMAS

Como de praxe não se tem o que comemorar nessa "Semana da Enfermagem". A princípio a configuração do nosso Conselho de classe tanto no âmbito local como nacional continua nos moldes de Florence Nightingale, hierarquização verticalizada, planejamento dissociado de prática, uns só desenham outros só executam os processos de trabalho, modelo de produção industrial seguindo o apelo dos capitalistas e teoria de Taylor, código eleitoral de 1973, UM REGIME UNILATERAL, SÓ UMA FORÇA E SEGUIMENTO TEM O PODER DE DECIDIR TUDO, ISSO É CONFERIDO ATRAVÉS DA RESOLUÇÃO 355, caduco, jurássico, antidemocrático, centralizador de poder de decisão em um só seguimento da Enfermagem, excluindo o maior contingente de profissionais da profissão (Auxiliares e Técnicos de Enfermgem, que são aproximadamente 1 milhão e trezentos mil trabalhadores), marginalização dos Auxiliares e Técnicos tanto dentro do seu Conselho quanto na mídia,...entre outros males ou terrores noturnos que permanecem assombrando e causando malefícios mil.
Muito nos assusta em sermos pertencentes a uma classe de trabalhadores que tanto pregam em seus discursos a "multidisciplinaridade", "humanização", e os poderes constituidos que tanto trabalham contra a desumanização dos usuários do SUS. Ora a situação e sorte dos Auxiliares e Técnicos da Enfermagem não são antonimas as condições dos soldados encontrados por Florense "...Com condições como soldados deitados no chão bruto, rodeados por insetos e ratos..." (http://www.pucrs.br/famat/statweb/historia/daestatistica/biografias/Nigthingale.htm). Os nossos(as) colegas muitas vezes tem o seu local de pequena pausa para descanso das 12 horas noturna de trabalho condições pra lá de insalubre,  o colchão e o chão, e insetos ao seu redor, e no campo de trabalho hipoquantitativo de recursos humanos e materiais,... Mas lhe é exigido que cumpra todas as sua atribuições diárias independente se a Instituição concede ou não condições para tal. Os Órgãos de classe e os gestores não se manifestam, não esboçam nenhuma ação para acabar com esses absurdos, parecem as autoridades de Romas que assistiam de camarotes os judeus sendo tragados nas arenas. Pra se ter uma idéia das bárbaries recentemente fora concluido a edificação de um hospital de ensino federal no RN com 9 andades e sequer reservou-se em sua estrutura física um único banheiro, uma cadeira,... para esses individuos que executam seus ofícios 24 horas por dia junto ao leito dos enfermos. Há relatos de colegas que tem sua pausa noturna nas macas, no chão, dentro das salas de cirurgias... e como refeição servem à noite um copo de sopa fria e um pão, talvez seja essa a "formula mágica" para manter em pé o trabalhador por 12 horas de serviço. Vivemos por longos tempo no trabalho noturno o ambiente de pausa noturna sem ventilador, com camas quebradas, sem água prá beber, sem equipamento de proteção,... é o tempo da Senzala em pleno século XXI. Quando denunciamos tais situações querem mudar o foco da situação e nos instauram processos éticos,... Somos representados por entidades que ainda estão nos moldes da ditadura, que a denúncia é o erro mais grave e não os agravantes da  denúncia, em que  Presidentes falam batendo na mesa, ameaçam a liberdade de expressão e críticas.
Quanto aos novos horizontes, nada de bom nos aguarda fala-se sobre Piso Salarial, redução de jornada de trabalho para Enfermagem,...Mas o que vemos são  representantes de Entidades aliados politicamente com o Governo federal, são até partidários de partidos que apoiam o Planalto Central há quase 10 anos e NADA se conquistou para nossa classe, vale salientar que os partidários devem seguir a conduta do partido e nunca de sua classe, esse problema nos faz refletir sobre candidaturas de profissionais da área, o mais importante torna-se o apelo do partido, quem não se lembra de Heloisa Helena, Babá, Luciana Genro foram expulsos do "PT" por divergir das novas ideologias e práticas, INÚMEROS PARTIDOS NEGOCIAM CARGOS COM GOVERNO EM DETRIMENTO A QUALQUER CAUSA. Diante do pouco que fora prometido nada foi executado, já o que não foi prometido, logo cumpriu-se através de Lei, Medidas Provisórias,...como exemplo temos O AUMENTO DA ANUIDADE DE CLASSE, NA PRÁTICA NÃO SE OBSERVOU AUMENTO TENDO EM VISTA QUE ATÉ A APROVAÇÃO DA Lei nº 12.514/11, COBRAVA-SE VALORES MAIORES DOS PERMITIDOS POR LEI (http://enfermoenfe.blogspot.com.br/2012/04/lei-n-1251411-conselhos-profissionais.html), DIMINUIÇÃO DE PERCENTUAL PAGO POR ATIVIDADES INSALUBRES ( http://www.sintestrn.org.br/sinplate/index.php/noticias/75-mp-que-concede-reajustes-nao-atinge-aos-tecnicos-e-mascara-medidas-prejudiciais),.... Em pensar que os últimos Presidentes da República foram acometidos de enfermidades que os levaram a se submeter a tratamento hospitar e sequer se sensibilizaram com os trabalhadores da saúde. Temos certeza que de Norte a Sul desse imenso país a "Semana da Enfermagem" fora marcada por palestas de práticas do exercício cotidiano, pelo menos para os Auxiliares e Técnicos de Enfermagem, já a outra categoria da Enfermagem nos bastidores só fala em Política, como ocorrera no 13º CBCENF aqui em Natal "A INSERÇÃO DO ENFERMEIRO NA POLÍTICA"(Palestra ministrada pela Sra e Enfermeira Ana Tânia-Natal/RN). parecem que querem nos deixar realmente longe do poder de decisão,já não basta a apatia política de muitos, oriunda do cansaço desmedido que as tarefas e sobrecargas físicas, psiquicas/emocionas causam, ou talvez seja apenas mais uma "coincidência do acaso"

4 comentários:

  1. De fato só temos a lamentar,pois durante a administração tão propagada como de mudança no COREN-RN, de fato nada MUDOU.
    E não vai mudar enquanto os(as) protagonistas estiverem a serviço do governo federal. Afinal o PCdoB está do laddo que lhe oferece CARGOS. Isso é notório basta conferir. Quem tem memória sabe quem de fato está do lado da categoria ou em busca de espaço do poder.

    ResponderExcluir
  2. É realmente lamentável que isso esteja ocorrendo. Enquanto isso, os IES estão abarrotados de novos aspirantes a condição de Enfermeiros, eu sou um deles.Os Enfermeiros da atualidade pecam em sua performance profissional por não atenderem a quem realmente esta precisando de atendimento "o usuário" e a equipe na qual eles se dizem responsáveis. Só administritivamente pois na prática é outra coisa. Não assistem aos pacientes que necessitam de uma maior atenção, ou seja, os pacientes graves. Se fizerem uma auditoria nos prontuários de uma semana de atendimento e forem observar as anotações de enfermagem, mal se ver uma evolução de um enfermeiro e quando isso acontece, é pobre, parecendo uma anotação de um profissional que esta esta escrevendo por escrever...

    ResponderExcluir
  3. shesla beatriz da silva19 de maio de 2012 00:01

    que belo trabalho este de vocês é um orgulho para mim apoiar esse belissimo trabalho....

    ResponderExcluir
  4. na semana de enfermagem dia do enfermeiro e do técnico de enfermagem descubro este site informativo de situações atuais da nossa enfermagem e me pergunto"para onde caminha a Enfermagem Norteriograndense?????????"

    ResponderExcluir