Seguidores

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

40 anos de $i$tema COFEN/COREN,e quais as bandeiras de lutas?E no que avançamos?



No dia 12.07.1973 fora sancionada a Lei 5.905/73, sua redação dispõe sobre a criação dos Conselhos Federal e Regionais de Enfermagem. Os Conselhos são autarquias, braços direitos do governo, vinculados ao Ministério do Trabalho e Previdência Social. A finalidade desses é disciplinar o exercício profissional, haja vista que essa é uma missão governamental, e assim os criou e delegou que a cumprisse. Apesar de termos ultrapassado a era da ditadura, o que ocorre na prática dentro dos muros do COFEN/COREN não é nada que se possa denominar de democracia. O sistema se detém apenas em arrecadar impostos para o governo, e fiscalizar quem está pagando ou não às anuidades (um verdadeiro cartório de registro) que se digam mui caras e com reajustes freqüentes com o pretexto de recompor perdas com a inflação. Os profissionais da Enfermagem chegam a pagar cédula ou carteira duas vezes, através de uma cobrança dupla que eles criaram, e mesmo assim têm seus documentos confiscados, há casos de profissionais que há mais de cinco anos ainda não receberam as suas carteiras de identificação profissional. Em pleno século XXI continuamos com o velho modelo de enfermagem desenhado por Florence, divisão social do trabalho, dissociação entre o planejar e o executar (uns pensam outros só executam), a escala de trabalho é intensa como nas indústrias, temos que produzir visando grande quantidade, ou seja, temos que trabalhar na velocidade das máquinas, e ainda não se pode adoecer, os Auxiliares e Técnicos são vistos como “sem condições de contribuição intelectual”, marginalização desses profissionais como ser social, pensante, somos meros figurantes para garantir quorum dentro dos conselhos, e parecer que somos representados, quando na verdade nossas pautas de reivindicações são vistas como afrontas,rebeldias, descabimento,... Esse é o exemplo do COREN/RN,ja chegaram a fazer ameaças a liberdade de expressão com instauração de processos éticos. Nesse império chega-se a arrecadar milhões para seus cofres, a arrecadação é dividida da seguinte forma 25% são destinados ao Conselho Federal e 75% para os Regionais. Nos dias de hoje temos aproximadamente a seguinte composição de financiadores, Auxiliares e Técnicos de Enfermagem são 80%, enfermeiros(as) 20%, a compra de sedes, veículos, viagens, diárias,os eventos, programas, seminários, semanas da Enfermagem é custeado com o dinheiro suado desses trabalhadores que na maioria das vezes trabalham em situações de calamidades, sob ameaças de suas integridades físicas, psíquicas,emocionais, morais, ética,...Apesar do mandato de conselheiros não poder ser remunerados, há diversas denuncias de apropriação indébita do dinheiro dessas autarquias, fatos denunciados na imprensa, TCU,...Recentemente o COFEN criou cargos de assessorias com salários superiores a R$ 12.000,00, um deles foi ocupado pelo ex-presidente do Conselho federal, que sempre apoiou o governo petista de Lula e Dilma, na campanha da candidata Dilma enviou “carta aos 1,5 milhões de trabalhadores da  Enfermagem” para votarem em Dilma,sua candidata, e que ela cumpriria a promessa de 30 horas. Até os dias de hoje REINA a ditadura nos sistema é inobservado o “Art. 10 - O Técnico de Enfermagem exerce as atividades auxiliares, de nível médio técnico, atribuídas à equipe de Enfermagem, cabendo-lhe: I - assistir ao Enfermeiro:
a) no planejamento, programação, orientação e supervisão das atividades de assistência de Enfermagem;(
DECRETO N 94.406/87 - Regulamentação da Lei nº 7.498/86);  Auxiliares e Técnicos não têm nenhuma representante no COFEN, e nos Conselhos Regionais são maioria, e como agravante o Conselho Federal editou resolução impedindo que Auxiliares e Técnicos exerçam qualquer função de direção, vice-direção, secretariado, delegado regional,... esse ATO não está respaldado em nenhuma legislação, fere princípios constitucionais de igualdade, de cidadania, anula esses profissionais de participarem como seres sociais, do papel da construção, apesar de muitos dentro do sistema, dos conselhos de saúde,... serem contra o “Ato médico”, defenderem a multidisciplinaridade, o controle social,... na prática é assim que eles(as) se comportam, verdadeiras práticas divorciadas dos discursos, ou seja, somos apenas figurantes e financiadores e jamais construtores.E nos 40 anos de $i$tema COFEN/COREN, quais as bandeiras de lutas conquistadas?
ü        Eleger Dilma e seus aliados políticos;
ü        O aumento da anuidade;
ü        Inserção do Sistema na EB$ERH;
ü   Apoio a eleição do Ministro Padilha para presidente do Conselho Nacional da Saúde,
ü         Luta no Congresso contra a mudança do atual modelo do Sistema;...

Provavelmente haveremos de ver por aí selos comemorativos que custam uma fortuna aos seus financiadores, selinhos para carta, essa prática já é antiga, e depois irão dizer que não tem recursos para isso ou aquilo, para campanha de 30 horas por exemplo. Defendemos a democratização dos Conselhos, mudança no código eleitoral, anuidades no valor de um dia de trabalho,... O atual modelo deve sofrer profundas transformações para que possamos avançar, e alcançar dentro da enfermagem espaço para o desenvolver de uma prática coletiva, estimulando e permitindo que cada ser social, independente se sua formação é técnica ou graduada, pós graduada, contribua nos processos de trabalho e gerenciamento. Necessitamos urgentemente que as entidades de enfermagem, as academias/universidades,  conselhos disfarçam essa lógica retrograda de ter que cumprirmos nossa profissão como um sacerdócio, com caráter,apenas religioso, de caridade, e sob as péssimas condições de trabalho que nos são impostas.Acorda Enfermagem, estão te pondo um cabresto, e com um chicote na outra mão ditando “cale-se”!Agora nos responda por que utilizaram uma figura da enfermagem impondo silêncio nos hospitais?

5 comentários:

  1. Parabéns pelo artigo e espero que as pessoas multiplique esse conhecimento e libertação da enfermagem

    ResponderExcluir
  2. Essa imagem da enfermeira pedindo silêncio foi feita por mim e está sendo usada sem permissão.

    ResponderExcluir
  3. Franklin Stem Santos da Silva11 de abril de 2014 10:19

    SALÁRIO DIGNO PARA TODOS

    A verdade é que deveria ter respeito e valorização dos nossos profissionais, salário digno é assim:
    Graduado... Dr. Médico - 100%
    Graduado... Dr. Enfermeiro - 70% do Dr. Médico
    Graduado... Outros Doutores da saúde 70% do Dr. Enfermeiro

    Nível Médio – Técnico de Enfermagem ou outros da saúde - 50% dos outros Doutores da saúde
    Ensino fundamental – Auxiliar de Enfermagem ou outros da saúde - 70% do Técnico de Enfermagem ou outros da saúde.

    30 HORAS JÁ: ENFERMAGEM E TODOS – ÁREA DE SAÚDE




    ... xxx ... xxx ... xxx ... XXX ... xxx ... xxx ... xxx ...




    Acredite: SER DOUTOR É MAIS FÁCIL DO QUE SE TORNAR ENFERMEIRO OU MÉDICO

    Os 10 MANDAMENTOS DOS DOUTORES: MÉDICOS E ENFERMEIROS

    1 - Se você não sabe o que tem, dá VOLTAREN;

    2 - Se você não entende o que viu, dá BENZETACIL;

    3 - Apertou a barriga e fez 'ahhnnn', dá BUSCOPAN;

    4 - Caiu e passou mal, dá GARDENAL;

    5 - Tá com uma dor bem grandona? Dá DIPIRONA;

    6 - Se você não sabe o que é bom, dá DECADRON;

    7 - Vomitou tudo o que ingeriu, dá PLASIL;

    8 - Se a pressão subiu, dá CAPTOPRIL;

    9 - Se a pressão deu mais uma grande subida, dá FUROSEMIDA!

    10 - Chegou morrendo de choro, ponha no SORO.

    ...e mais...

    Arritmia doidona dá AMIODARONA...

    Pelo não, pelo sim, dá ROCEFIN.

    ...e SE NADA DER CERTO, NÃO TEM NEUROSE...
    ...DIGA QUE:

    É SÓ ESSA NOVA VIROSE!!!

    Parece brincadeira, mas... É verdade!

    (Recebido por e-mail - Autor Desconhecido)

    ResponderExcluir
  4. Franklin Stem Santos da Silva27 de maio de 2014 15:44

    SOMOS TODOS DOUTORES...

    NÃO É ESQUISITO... Se colocam no crachá e na escala de serviço, Doutor antes do nome do médico, porque também nos outros DOUTORES (que tem Doutorado e/ou Resolução) não é feito igual? NÃO É MESMO ESQUISITO ?

    Não Sejam Preconceituosos e Injustos, RESPEITE-OS!

    O CERTO É ASSIM:

    Dr. José
    Biomédico



    Drª. Maria
    Enfermeira



    Dr. José
    Médico


    PRECONCEITO NUNCA MAIS!

    ResponderExcluir
  5. Franklin Stem Santos da Silva27 de maio de 2014 15:44

    Não julgar o próximo

    Um médico entrou num hospital apressado, depois de ter sido chamado para uma cirurgia urgente. Ele respondeu à chamada imediatamente e mal chegou trocou-se e foi direto para o bloco operatório. Pelo caminho encontrou o pai do rapaz que ia ser operado a andar para trás e para a frente à espera do médico. Quando o viu, o pai gritou:
    -”Porque demorou este tempo todo a vir? Não sabe que a vida do meu filho está em perigo? Você não tem o mínimo de sentido de responsabilidade?”
    O médico Dr. José, sorriu e respondeu serenamente:
    -”Peço-lhe desculpa, não estava no hospital e vim mal recebi a chamada… Agora, gostaria que você se acalmasse para que eu também possa fazer o meu trabalho.”
    -”Acalmar-me?!?! E se o seu filho estivesse dentro do bloco operatório, você também ficaria calmo? E se o seu filho morresse o que faria?”, disse o pai visivelmente agitado.
    -”Ficar nesse estado alterado e de nervos não vai ajudar nada, nem a si, nem a mim e muito menos ao seu filho. Prometo-lhe que farei o melhor que sei e consigo dentro das minhas capacidades”, disse o médico Dr. José.
    -”Falar assim é fácil, quando não nos diz respeito.”, murmurou o pai entre dentes.
    Passadas algumas horas, a cirurgia terminou e o médico Dr. José e a enfermeira Drª Maria, saíram sorridentes de encontro ao pai.
    -”A cirurgia foi um sucesso. Conseguimos salvar o seu filho! Se tiver alguma questão pergunte à enfermeira Drª. Maria.”
    Sem esperar pela resposta, o clínico prosseguiu caminho visivelmente apressado. O pai irritado dirigiu-se à enfermeira Drª. Maria e desabafou:
    -”O médico Dr. José é mesmo arrogante… Será que lhe custava muito ficar aqui mais uns minutos para eu lhe questionar em relação ao estado geral do meu filho?”
    A enfermeira Drª. Maria, um pouco abalada e quase a chorar respondeu-lhe:
    -”O filho do Dr. José morreu ontem num acidente rodoviário. Ele estava no funeral quando o chamamos para a cirurgia do seu filho. Agora que a cirurgia terminou e o seu filho foi salvo, o Dr. José, voltou para o funeral a correr para prestar a última homenagem ao filho dele.”

    Pense Nisso: NUNCA JULGUE!



    ... xxx ... xxx ... xxx ... XXX ... xxx ... xxx ... xxx ...




    Cofen reconhece direito de enfermeiro usar título de "doutor"
    BRASÍLIA/VALE DO ASSU – A partir de agora a classe dos enfermeiros poderá, a exemplo de outros profissionais tais como médicos, advogados, engenheiros e outros, usar o título de "doutor". Autorização neste sentido foi dada por meio da resolução número 256/2001, do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), em Brasília. O órgão federal considerou que "o uso do título de doutor tem por fundamento procedimento isonômico, sendo em realidade, a confirmação da autoridade científica profissional perante o paciente ou cliente".
    Além disso, o Cofen entendeu que "o título tem por fundamento praxe jurídica do direito consuetudinário, sendo o seu uso tradicional entre os profissionais de nível superior".
    O organismo classista interpretou, também, que "a exegese jurídica, fundamentada nos costumes e tradições brasileiras, tão bem definidas nos dicionários pátrios, assegura a todos os diplomados em curso de nível superior, o legítimo uso do título de doutor". O Cofen observou ainda que "a não-utilização do título de doutor leva a sociedade e mais especificamente a clientela, a que se destina o atendimento da prática da enfermagem pelo profissional da área, a pressupor subalternamente, inadmissível e inconcebível, em se tratando de profissional de curso superior".

    ResponderExcluir